Da igualdade de oportunidades

Conta-me um amigo, familiar com a situação, que um colégio do norte, público mas de gestão privada, equipou há dois anos algumas salas com computadores. Os computadores da escola permitiam-lhe oferecer aos alunos um rácio de computador por aluno bastante superior à média. Não satisfeito com esta terrível desigualdade o ministério da educação terá lacrado duas destas salas durante dois anos, sem que vivalma pudesse lá entrar para resgatar os equipamentos ou, quiçá, os vender para recuperar algum do investimento.

A mesma escola tem também um novo pavilhão gimnodesportivo à espera de autorização do ministério para entrar em funcionamento. Todavia continua a utilizar o velhinho pavilhão e assim continuará até que as obras nos pavilhões das escolas vizinhas estejam concluídas.

Esta igualdade é pateticamente definida pelo mínimo denominador comum. Já que o modelo finlandês está na moda na Lusitânia espero que não se lembrem de exportar para cá destas inovações…

1 Response to “Da igualdade de oportunidades”


  1. 1 Zuruspa Março 21, 2011 às 3:51 pm

    É o modelo finlandês a estar na moda na Lusitânia, e näo o modelo português a estar na moda na Fennia.

    Mas… ora bem, se o tal colégio é no Norte português, näo é na Lusitânia, mas sim na… GALÉCIA!


Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s




News Feeds

a

Calendário

Agosto 2010
S T Q Q S S D
« Jul   Dez »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

Estatística

  • 2,003,229 hits

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

%d bloggers like this: