Arquivo de Junho, 2006

O fim da “nossa” internet

cabo

O assunto é importante, leia com atenção.

O leitor usa ou conhece o Skype, um serviço que lhe permite fazer chamadas para a rede fixa da PT e de qualquer outro país a 2 cêntimos por minuto? Em cada minuto poupa alguns cêntimos nas chamadas nacionais e muitos nas internacionais… Um momento, o leitor não estará por acaso ligado à internet pela PT (Netcabo, Sapo)? Por quanto mais tempo acha que a PT lhe vai tolerar o uso de um serviço que lhe come nos lucros, servindo-se das linhas e cabos da mesma PT?

Frequenta os leilões do Ebay, caro cliente do Clix? Mas para quê se tem os leilões do Miau (leiloes.clix.pt) à mão e ainda por cima do mesmo fornecedor? E rádio, conhece a Pandora, um serviço personalizado que lhe produz uma estação a partir de uma banda ou música? Mas se é cliente clix… Esqueça. O cotonete (cotonete.clix.pt) não lhe basta?

Usa o Yahoo para a suas pesquisas, caro cliente do SapoADSL? Mas não acha que esperar 10 segundos é um pouco demais? Siga a sugestão do fornecedor e utilize o SapoPt, de acesso imediato. Estes motores de busca americanos são um pouco lentos no SapoADSL, deve ser da distância…

Quer mais exemplos? Dowloads de videos do Googlevideo e de músicas do iTunes? Nope. Estão à venda na loja do clix/sapo/nome-do-seu-ISP. O ISP é quem manda nas suas linhas e nos seus cabos, não é verdade? Têm o direito de decidir e priorizar quais os pacotes de informação que circulam nas suas redes, quais os serviços e sites a que pode aceder, certo?

ERRADO. Os ISPs contratam connosco o fornecimento de um serviço, a uma determinada velocidade, prometendo em troca permanecer neutros face às nossas escolhas enquanto internautas. Se os ficheiros que circulam na rede são demasiados ou muito grandes, a solução está em aumentar a capacidade ou subir o preço do serviço. Os ISPs esperam por esta aberta legislativa para lançar mão de uma serie de taxas discriminatórias para encher a bolsa, diferenciar os serviços e beneficiar as suas actividades e de parceiros.

Os exemplos que apontei poderão parecer alarmistas, e ainda que os ISPs nunca se atrevessem a ir tão longe por temerem legislação em sentido contrário ou a revolta dos clientes, na prática, é isso que poderá acontecer. O Skype deixará de ser tão atractivo se custar 4 ou mais cêntimos por minuto, talvez o ebay não esteja muito interessado no mercado português se tiver que pagar uma taxa ao ISP por cada visitante português. A pandora nunca teria surgido porque competiria com as radios dos grupos de media que também controlam os ISPs.
O Google, Yahoo, Ask, Microsoft e outros que fazem milhões com as receitas dos cliques nos anúncios das suas pesquisas, seriam aconselhados a partilhar com as “entidades” que lhes facilitam o contacto com os clientes ou poderiam demorar a carregar o site… Idem para os downloads de músicas e filmes, sobretudo legais. Novas Startups revolucionárias como o Google (tem 10 anos de vida) terão as asas cortadas à partida – ou aceitam fazer o jogo dos tubarões. Já mencionei que o suposto objectivo dos ISPs é o de melhorar o serviço aos clientes? Pois…

Mas onde, se é ilegal para os fornecedores interferirem nas nossas escolhas? Aí mesmo em sua casa, caro leitor. Por agora só nos EUA, mas se o lobby dos ISPs conseguir passar a legislação que pretende, não tenha dúvidas que chegará a nossa vez:

O que poderá estar em causa – a ser aprovada uma alteração proposta pelos maiores operadores de telecomunicações – é o acesso em condições de igualdade a todos os sites disponíveis. O plano em cima da mesa aponta no sentido de que as ditas empresas possam ‘ordenar’ a web em patamares de acesso, dependendo essa ordenação das taxas cobradas aos sites.
A ser dado este passo nos Estados Unidos é bom de ver que operadoras de telecomunicações do resto do planeta sentirão aí o apoio necessário para pressionar os seus governos ou autoridades supra-nacionais no sentido de haver ‘conformidade’. Continue a ler no ATRIUM.

Esta conformidade pode surgir como um apelo para estar em igualdade de circunstâncias com os comcorrentes americanos ou o cínico assumir da bandeira nacionalísta: “não seremos nós a pagar a internet dos americanos“. Os abrutes estão à espreita e preparam-se para tomar conta da internet que construímos.

Aliás, já começaram a pressionar. Lembro-me de há poucas semanas ver uma notícia no googlenewsPT referindo a necessidade de um imposto sobre os telefonemas pela internet… Tanto melhor se for o próprio ISP a cobrar esse imposto.

-> Saiba mais em SaveTheInternet.com (algum site em português?). Fale do assunto no seu blogue, no seu forum, ou grupo. Linque ou copie simplesmente o texto, se quiser (dispenso o enlance que não foi para isso que escrevi o texto). A informação é a nossa arma.

[21.11: Comentários encerrados por causa do spam.]

Totuuden hetki

Tärkeä peli on tulossa huomenna portugalisaille pejaajille, englanti vastaan. Kaikki on valmis seuramaan ison pelin.
Pikkusankarit Carvalho, Maniche ja Figo lepäävät isolle pelille.

portugalin paidat

Hyvää menestyystä!

Yup, that would be mine

brazilian player name

If you played for brazil, what would your name be?

(via)

Reciclagem

Previsão: Os gorilas alemães vão chamar um figo aos pibes (miúdos) argentinos.

(Esta era a minha previsão para o Brasil-Espanha até ao mergulho do Henry.)

Act: Mas que jogo. E que final ingrato. A melhor equipa deixa a prova.
lucho gonzalez

Luis, lo sinto mucho.

Male bloggers need not apply

Nevertheless, any contributions are still welcome. Of course they are…

Will trade links for sex

(credits: Gapingvoid)

Ronda do Mundial

O disparate: Acresce que Scolari tem à sua disposição (como ninguém alguma vez teve em Portugal) um lote de jogadores tão fantástico [Mar Salgado]. Eu sei que há piores mas este leva o prémio pelo constraste com as postas dos restantes marujos.

O dilema do prisioneiro: ……this is a classic multiplayer Prisoner’s Dilemma – after a certain point, the harsher refs are, the more fouls we should expect [BGSL]. No fim são os árbitros que ficam reféns das ordens da FIFA.

O faccioso: (…) consolou-me ver, qual justiceiro, naquela que é melhor jogada do jogo, um certo Deco correr para o holandês(…) [Avatares de um desejo]

Perguntar Não Ofende*

Se em vez daquele estranho movimento o Tiago tivesse dançado assim**, conseguiria trocar os olhos ao Van der Saar?

*TM.

** Acerca.

Continue a ler ‘Perguntar Não Ofende*’


News Feeds

a

Calendário

Junho 2006
S T Q Q S S D
« Maio   Jul »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

Estatística

  • 2,013,751 hits