Suecos de uma figa

Interrompemos a nossa programação habitual para, por uma vez, sem exemplo, louvar a Suécia e os suecos:

Today, the Swedish Pirate Party launched a new Internet service that lets anybody send and receive files and information over the Internet without fear of being monitored or logged. In technical terms, such a network is called a “darknet”. The service allows people to use an untraceable address in the darknet, where they cannot be personally identified.

E sim, o Pirate Party é um partido politico nascido da famosa baía dos piratas e com aspirações realistas a estar representado no parlamento na próxima legislatura (é necessário mínino de 4% dos votos).

[via]

3 Responses to “Suecos de uma figa”


  1. 1 David Agosto 17, 2006 às 4:07 pm

    Embora a atitude seja de louvar, não me parece que venha a resolver muito, ate porque o problema de violacao da privacidade acontece nao so na net mas tambem fora dela.
    Mas costumam ser coisas como esta, que ao longo prazo abrem a porta para a resolucao do problema… ate la…fazemos o que podemos.

  2. 2 aNtónio Agosto 17, 2006 às 8:16 pm

    Sim, coisas destas são importantes a longo prazo, dão-nos maior poder negocial e de influência do poder político.

    Pensa na net – nasceu livre e vai ser uma grande trabalheira para encasular e nos fazer pagar por e-mail, sons, pagar-por-acesso e outras coisas básicas e até avançadas. Se isto s eparece ridiculo pensa nos telemoveis.

  3. 3 Marqueteiro Móvel Agosto 25, 2006 às 2:26 pm

    A grande vantagem, por enquanto, dos telemóveis é a facilidade de ligar o servic,o ao pagamento, o que felizmente nunca aconteceu com a internet. Claro, no Tugal, como näo pode deixar de ser, os chico-espertos da PT e quejandos ainda tentam separar o tráfego nacional do internacional.

    Com o aumento da concorrência, e ofertas integradas de telefone+internet+tv+… e taxas planas, mais cedo ou mais tarde as operadoras móveis (que se forem “apenas” isso, desaparecem) teräo de fazer o mesmo, e entäo vai ser um regabofe!

    Por isto, eu sou um dos apóstolos do “poder popular”, uma vez que vamos ser nós, os consumidores a decidir quando e se queremos pagar certos servic,os (que näo os básicos, que breve seräo uma comodidade) que as operadoras/provedores de conteúdo se esforc,aräo para nos impingir. LIBERDADE!


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




News Feeds

a

Calendário

Agosto 2006
M T W T F S S
« Jul   Set »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

Estatística

  • 2,012,809 hits

%d bloggers like this: