Arquivo de Abril, 2007

Há sempre uma primeira vez para tudo

Até para torcer pelos lampiões, em competições domésticas.

Quem tem Jesualdo tem medo.

Capitalismo selvagem no país dos mil lagos

A sua empresa gastou demasiado em período de vacas gordas, efectuou investimentos inúteis e chegado o momento das vacas magras não sabe como manter o mercedes na garagem, senhor empresário? É fácil, despeça os seus funcionários durante o mês de férias, eles que se arranjem durante esse período com o subsídio de desemprego, a segurança social que arque com as despesas.

Era bom, mas a lei não o permite. Permitia se a sua empresa estivesse registada na Finlândia. Uma empresa com escritórios para o lado de Hakaniemi vai fazer exactamente isso: os seus 30 trabalhadores vão passar Julho desempregados, a viver do subsídio, depois de a empresa ter perdido recentemente quase 20% das suas receitas. A actuar assim não é de admirar que os patrões acabem retratados como neste anúncio polémico que a central sindical preparou de apoio ao SDP nas recentes eleições. Continue a ler ‘Capitalismo selvagem no país dos mil lagos’

A gift for the ladieees…

It’s still friday and I just laughed my head out with his SNL clip. Check it out in case you weren’t one of the 20 000 000 viewers:

“it’s my ______ in the box”

O governo dos eleitos

Há finalmente governo, saído desta nova coligação verde-azul (-amarelo?)    com algumas surpresas, controvérsia e muitas mulheres (12). Para quem está habituado a ver parte das pastas distribuídas  partido e tecnocratas especializados mas sem peso e capacidades políticas é refrescante notar que dos 20 membros do executivo, 19 foram eleitos deputados, apenas a líder  dos Verdes  não está no parlamento e porque o seu círculo eleitoral é demasiado pequeno para eleger candidatos de partidos pequenos. Refira-se  que a senhora Cromberg, assim se chama,  ganhou o  lugar de ministra  do trabalho numa votação no partido na qual bateu  a deputada com mais votos.

A educação de José Sócrates

Cá está, o governo de Sócrates está de facto a trabalhar na educação dos portugueses. Gostaria de ver demitido um primeiro-ministro assim? 😉
Os estudos de jose socrates

Autor: arioplano

Quanto a vocês não sei

…mas eu sempre quis ter uma professora destas:

ahem hummm (ver mais)

Seja limpo ou pisgue-se

O cap pergunta-me pelo já famoso cartaz de Ponte de Lima: Em Ponte de Lima seja limpo ou vá-se embora. A um lisboeta ou doutor coimbrão a mensagem pode soar um pouco rude, mas as gentes do norte, particularmente as do Alto Minho, são habitualmente mais frontais do que as do resto do país, podendo facilmente ser interpretadas como rudes.

Cartaz do lixo em ponte de lima

O aparente autoritarismo da mensagem, emanado de uma autarquia de direita (Daniel Campelo) já lhe valeram epítetos de xenófoba (por exemplo, aqui, onde de resto colhi a imagem que publico) e comparações ao famigerado cartaz do PNR.

Fossem outros o tempo e as cores da autarquia e o cartaz seria provavelmente equiparado às acções de intervenção de certos movimentos na órbita do PCP e Bloco de esquerda, que me parecem comparações mais acertadas. O marketing social das nossas vilas, cidades e aldeias está cheio de apelos à civilidade que são prontamente ignorados por todos. Quem não conhece as praias fluviais a montante da vila (falo da Ribeira e Arcozelo) não sabe as quantidades industriais de lixo que o português deixa para trás num dia de praia – verdade seja dita que os caixotes do lixo não abundam, o que não serve de desculpa, mas é responsabilidade da autarquia.

A campanha choca e conseguiu colocar Ponte de Lima no mapa mediático. Não acredito que a vila deixe de receber visitantes por causa dos cartazes, o português típico lê e concorda imediatamente “que os outros deixam lixo, eu cá sou asseado” mas tenho as minhas dúvidas que leve mais turistas ao concelho. E quanto à linguagem utilizada, não sendo a mais polida, consegue os seus objectivos, chamar à atenção.


News Feeds

a

Calendário

Abril 2007
S T Q Q S S D
« Mar   Maio »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  

Estatística

  • 2,014,684 hits