Aquela voz

Na terça soube dos acontecimentos de Kauhajoki por uma jornalista da RDP cuja voz não me era de todo desconhecido. Apanhado de surpresa pela chamada, ainda mais fiquei pela voz da jornalista: quente, acolhedora, calma, profissional e muito, mas mesmo muito, sensual. É possível que estes atributos digam mais sobre mim do que sobre a voz mas fiquem com a certeza que soava muito bem. Tal e qual como na rádio.

Deve ter sido essa a razão do meu espanto: não me passava pela cabeça que aquela fosse a voz normal da senhora, falando tal como se estivesse a ler as notícias.

Testemunha da capacidade de impressão de uma boa voz, só posso imaginar os custos indirectos da má voz que frequentemente produzo e comecei há momentos a googlar pelo assunto. Conhecem alguém que tenha aprendido a colocar a voz razoavelmente e tenha com isso ganho alguma coisa?

2 Responses to “Aquela voz”


  1. 1 O do Costume Setembro 28, 2008 às 11:40 pm

    Ora bem, eu participei na dicçäo d'”O Mistério dos Templários”, ganhando uma cópia. Serve?

    Rapaz, a “voz de cama” dá sempre resultado, seja no “picadeiro”, na “lezíria”, ou até em entrevistas de trabalho.

    Sim, näo há-de ser com as nossas naturais vozes de cana rachada que vamos lá, é certo…


  1. 1 Os meus rapazes « Há Mouro na Costa Trackback em Novembro 4, 2008 às 11:19 pm

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




News Feeds

a

Calendário

Setembro 2008
M T W T F S S
« Ago   Out »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  

Estatística

  • 2,012,809 hits

%d bloggers like this: