Archive Page 2

Darn you

Darn it!

Mulheres, impostos e religião

São estes os temas que dominam as minhas últimas entradas no LusoFin: casamentos e tradições, a «suposta igualdade» e a igreja e os impostos. Não percebo o que faz a religião ali pelo meio… 😉

Continuo com este sítio em intermitência e, ainda bem. Não fosse a ruptura de ligamentos e estaria ocupado com outras coisas.

Se passarem pelo blog da LusoFin não percam ainda estas excelentes fotos de Inverno/Outono Finlandês da Sofia.

A quadratura do circulo

Vai ser giro ver a malta que apesar de ter coluna vertebral se equivocou à brava com o engenheiro e ainda recentemente o defendeu no caso Mário Crespo alegando os mais ínfimos detalhes para não ver a fotografia geral, mas dizia, vai ser giro vê-los fazer a quadratura do círculo perante o assomo inevitável e irrefutável da m^^^a que este governo fez para suprimir a liberdade dos portugueses.

Normalmente dou-me por muito contente por não ver televisão. Desta também me dou por feliz por entretanto quase ter deixado de ler jornais e blogs.

Leite, carne e um dildo

Esta poderá ser uma lista de compras já a partir de Janeiro. As donas de casa finlandesas poderão comprar os seus vibradores directamente nos hipermercados do CityMarket:

Finland is to be the first Nordic country where sex toys will become widely available at ordinary supermarket.
Kesko is bringing sex equipment onto the shelves of the Citymarket chain. The products, marketed by the Swedish RFSU, include goods such as massage oils and dildos.
Tomi Lahtela of RFSU Finland says that of all Nordic consumers, the Finns are the most willing to experiment with sex toys.
hs

Da lista dos artigos à venda (num artigo em finlandês) não constavam as bonecas insufláveis. Parece-me mal, os homens tímidos ficam a perder.

Estou marabilhado

Vejam só a maravilha que os chineses inventaram…

Por enquanto, parece ser apenas para consumo doméstico. Espero que considerem o mercado finlandês como prioritário.

[via]

Heróis dos nossos dias

No século XX um herói para ser herói precisava de alguns adereços essenciais como uma capa, umas cuecas sobre o seu fato ou uma simples fita para o cabelo. O herói transvestido saía a distribuir fruta aos mauzões-
Nos tempos que correm isso não basta, um bom herói necessita manter a sua compustura, evitar o recurso à violência desnecessária e quase garantir que a sua “vítima” não terá de recorrer aos serviços de um psicanalista…

Maitê Proença tem razão: há portugueses mesmo estúpidos

E burros. Há portugueses quadrados como calhaus que levam uma imbecil mimada como a Maitê Proença a sério. Até aqueles que se dizem dispostos a votar na merda do PND por causa da Maité. Tadinhos dos otários, isso é que falta de auto-estima, né?
Se o vídeo é crítico de alguém é da própria Maitê, mostrando a protagonista como alguém sem particular inteligência e sem maneiras ou capacidade de avaliar os limites entre o bom gosto e a irreverência.

Mas não, há portugueses que se sentem ofendidos. Eles querem sentir-se ultrajados, precisam dessa raiva para canalizar as suas frustrações e de apontar os erros dos outros para se distraírem dos seus. Basta ver algumas
reacções (ou os comentários sobre a ana malhoa) para perceber que deste lado do Atlântico não falta gente a necessitar de um implante aos neurónios.

Sabem o que a mim realmente me choca?

Continue a ler ‘Maitê Proença tem razão: há portugueses mesmo estúpidos’


News Feeds

a

Calendário

Outubro 2017
S T Q Q S S D
« Dez    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

Estatística

  • 2,014,709 hits